CoDAS
http://www.codas.periodikos.com.br/article/doipath/10.1590/2317-1782/20192018204
CoDAS
Artigo Original

Translation and cultural adaptation of the Reading Processes Assessment Battery – PROLEC-SE-R

Tradução e adaptação cultural da Bateria de Avaliação dos Processos de Leitura – PROLEC -SE-R

Adriana Marques de Oliveira; Jair Licio Ferreira Santos; Fernando Cuetos Vega; Simone Aparecida Capellini.

Downloads: 0
Views: 188

Abstract

Purpose: to translate and culturally adapt, for Brazil, the battery of tests “Evaluación de los procesos lectores - PROLEC-SE-R”, for students of Elementary School cycle II, and Senior High School. Methods: The following stages of translation and cultural adaptation were followed: (1) Translation; (2) Synthesis of translations; (3) Back-translation; (4) Evaluation by specialist committee; (5) Pilot study: Undertaken in a sample of 70 students, 10 from each school year, in two sessions; and (6) Evaluation and appreciation of all the reports written by the researcher and specialist committee. Results: modifications to the tests of PROLEC-SE-R are not necessary as indicated in the pilot study, both in the collective and individual version. The procedure received good acceptance by the evaluated students and there were no complaints or reports of difficulty in understanding the tests and instructions. Conclusion: the procedure is appropriate for the Brazilian reality and can be used to evaluate Elementary School II and Senior High School students. A standardization study is necessary in a representative sample of the population.

Keywords

Education, Elementary and High; School; Reading; Comprehension; Evaluation; Adolescent

Resumo

Objetivo: traduzir e adaptar culturalmente, para o Brasil, a bateria “Evaluación de los procesos lectores - PROLEC-SE-R”, destinada aos escolares do Ensino Fundamental II e do Médio. Método: foram seguidos os seguintes estágios da Tradução e adaptação cultural: (1) Tradução; (2) Síntese das traduções; (3) Retrotradução; (4) Revisão por comitê de especialistas; (5) Estudo-Piloto, em que foram avaliados 70 escolares, sendo 10 para cada ano escolar, em duas sessões; e (6) Avaliação e apreciação de todos os relatórios escritos pelo pesquisador e comitê de especialistas. Resultados: o estudo-piloto não indicou necessidade de modificação nas provas do PROLEC-SE-R, tanto na versão coletiva quanto na versão individual. Os escolares apresentaram boa aceitação ao procedimento e não houve queixas ou relatos de dificuldade quanto à compreensão das provas e instruções. Conclusão: o procedimento está adaptado para a realidade brasileira, no entanto, ainda é necessário estudo de validação da população.

Palavras-chave

Ensino Fundamental e Médio; Leitura; Compreensão; Avaliação; Adolescente.

Referências

1 Brasil. Programme for internacional student assessment (PISA) results from PISA 2012 [Internet]. Brasília: Instituto Nacional de Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira – INEP; Ministério da Educação – MEC; 2012 [citado 2016 jul. 10]. Disponível em: http://download.inep.gov.br/acoes_internacionais/pisa/resultados/2013/country_note_brazil_pisa_2012.pdf [ Links ]

2 Brasil. INEP: Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira, MEC: Ministérios da Educação. Brasil no Pisa 2015: análises e reflexões sobre o desempenho dos estudantes brasileiros/OCDE: Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico. São Paulo: Fundação Santillana; 2016. [ Links ]

3 Organisation for Economic Co-operation and Development. PISA 2015 assessment and analytical framework: science, reading, mathematic and financial literacy [Internet]. Paris: OECD; 2016 [citado 2016 jul. 10]. Disponível em: http://www.oecd.org/pisa/ [ Links ]

4 Cuetos F, Arríbas D, Ramos JL. PROLEC-SE-R – Batería para la evaluación de los procesos lectores en secundaria y bachillerato - revisada. Madrid: TEA Ediciones; 2016. [ Links ]

5 Beaton DE, Bombardier C, Guillemin F, Ferraz MB. Guidelines for the process of cross-cultural adaptation of self-report measures. Spine. 2000;25(24):3186-91. http://dx.doi.org/10.1097/00007632-200012150-00014. PMid:11124735. [ Links ]

6 Guillemin F, Bombardier C, Beaton D. Cross-cultural adaptation of healthrelated quality of life measures: literature review and proposed guidelines. J Clin Epidemiol. 1993;46(12):1417-32. http://dx.doi.org/10.1016/0895-4356(93)90142-N. PMid:8263569. [ Links ]

7 Keller SD, Ware JE Jr, Gandek B, Aaronson NK, Alonso J, Apolone G, et al. Testing the equivalence of translations of widely used response choice labels: results from the IQOLA Project – International Quality of Life Assessment. J Clin Epidemiol. 1998;51(11):933-44. http://dx.doi.org/10.1016/S0895-4356(98)00084-5. PMid:9817110. [ Links ]

8 Oliveira AM. Tradução e adaptação cultural da avaliação dos processos de leitura (PROLEC-SE-R) para escolares do Ensino Fundamental ciclo II e do Ensino Médio [tese]. Marília: Faculdade de Filosofia e Ciências: Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho”; 2017. [ Links ]

9 Oliveira AM, Capellini SA. E-LEITURA II: banco de palavras para leitura de escolares do Ensino Fundamental II. CoDAS. 2016a;28(6):778-817. http://dx.doi.org/10.1590/2317-1782/20162016049. PMid:27982255. [ Links ]

10 Oliveira AM, Capellini SA. Banco de palavras para leitura de escolares do ensino médio: E-Leitura III. Rev CEFAC. 2016b;18(6):1404-46. http://dx.doi.org/10.1590/1982-0216201618610516. [ Links ]

11 Jorge MR. Adaptação transcultural de instrumentos de pesquisa em saúde mental. In: Gorentein C, Andrade LHSG, Zuardi AW, editores. Escalas de avaliação clínica em psiquiatria e psicofarmacologia. São Paulo: Lemos Editorial; 2000. p. 53-58. [ Links ]

12 Mattos P, Serra-Pinheiro MA, Rohde LA, Pinto D. Apresentação de uma versão em português para uso no Brasil do instrumento MTA-SNAP-IV de avaliação de sintomas de transtorno do déficit de atenção/hiperatividade e sintomas de transtorno desafiador e de oposição. Rev Psiquiat Rio Gd Sul. 2006;28(3):290-7. http://dx.doi.org/10.1590/S0101-81082006000300008. [ Links ]

13 Malloy-Diniz LF, Mattos P, Leite WB, Abreu N, Coutinho G, Paula JJ, et al. Tradução e adaptação cultural da Barrat impulsiveness scale(BIS-11) para aplicação em adultos brasileiros. J Bras Psiquiatr. 2010;59(2):99-105. http://dx.doi.org/10.1590/S0047-20852010000200004. [ Links ]

14 Ramos LMBC, Rocha M, Gomes I, Schwanke CHA. Tradução e adaptação cultural do APQ- Aging Perceptions Questionnaire para a língua portuguesa brasileira. Rev Bras Geriatr Gerontol. 2012;15(2):233-42. http://dx.doi.org/10.1590/S1809-98232012000200006. [ Links ]


Submetido em:
05/09/2018

Aceito em:
19/04/2019

5e223ef60e8825ab6c6d0101 codas Articles

CoDAS

Share this page
Page Sections